O NOSSO BLOG

Regresso e percebo que passamos todas as reverências aos nossos filhos. não acham?

chego à escola e Afonso repara que arranjei os pés [sim, os dedos todos]. 
- pintaste as unhas de vermelho! 
[sorriso de safisfação.]
pega-me imediatamente nas mãos.
- aahhhhhhh. mas não pintaste as mãos. 
[suspiro de alívio.]